reembolso-plano-de-saude

Os seguros de saúde

Olá pessoal,
Este será o primeiro post de uma série sobre os tipos de plano de saúde existentes no mercado. Começamos com uma das modalidades mais antigas: os seguros de saúde.
O seguro de saúde, originalmente, funcionava como um seguro qualquer, basicamente através de reembolso, sem hospitais próprios.
Apesar do reembolso ser uma prática antiga (1966), esta lógica se mantém até hoje. 
De certa forma, isso é um fator positivo para o paciente, que vai encontrar menos barreiras (menos burocracia) para conseguir o reembolso para um serviço médico.
O tempo foi passando e a Susep (Superintendência de Seguros Privados) normatizou o “Seguro de Assistência Médica”. Isso mudou o objetivo do seguro de “reembolsar gastos médicos” para “garantir assistência médica”. A rede credenciada era algo importante nesse momento. Ela significava “alguém que aceite prestar o serviço para os segurados e cobre menos por isso”. Hoje em dia, as seguradoras, como Sulamérica e Bradesco, pagam o serviço de saúde diretamente ao prestador (médico, hospital, laboratório…) na maioria das vezes.
Por lei, uma seguradora de saúde não pode realizar a prestação direta dos serviços.
Esse é o motivo pelo qual vocês nunca irão ver um hospital do Bradesco Saúde. Nem a UPA da Sulamérica. O que, para eles, pode ser um grande problema, pois, para um plano de saúde,  uma rede própria significa gastar menos. Como seguros de saúde gastam mais pela assistência médica, sua mensalidade também é maior, o que é um ponto negativo para quem quer contratar um plano de saúde.
Além disso, as normas de reajustes criadas pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) também impulsionaram as seguradoras a vender planos de saúde apenas para empresas. Ou seja, se você pessoa física quer um plano de saúde Bradesco, não poderá contratá-lo.
Os seguros de saúde ainda representam boa parte do mercado de planos de saúde. Entretanto, têm perdido bastante espaço para as Medicinas de Grupo e Cooperativas Médicas.
Em suma… os seguros de saúde:
Maiores representantes: Bradesco Saúde e Sulamérica
Vantagens: Menos barreiras no reembolso de serviços
Desvantagens: Preço alto da mensalidade, foco em contratos de pessoas jurídicas, rede credenciada desarticulada, o que dificulta a criação de programas de prevenção e promoção em saúde.